Apostasia Final no Advento da Segunda Vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo

Raio no Vaticano (1)

O Catecismo da Igreja Católica afirma com todas as letras que antes de Nosso Senhor Jesus Cristo voltar – e que ninguém sabe quando será – a Igreja passará por uma terrível provação.

Diz o Catecismo:

“Antes do advento de Cristo, a Igreja deve passar por uma provação final que abalará a fé de muitos crentes (Mt 24,12). A perseguição que acompanha a peregrinação dela na terra (Lc 21,12; Jo 15,19-20) desvendará o “mistério de iniquidade” sob a forma de uma impostura religiosa que há de trazer aos homens uma solução aparente a seus problemas, à custa da apostasia da verdade. A impostura religiosa suprema é a do Anticristo, isto é, a de um pseudomessianismo em que o homem glorifica a si mesmo em lugar de Deus e de seu Messias que veio na carne” (2Ts 2- 1-8; 1 Ts 5,2-3; 2Jo 7; 1Jo 2,18.22) (n. 675).

A Apostasia Final está em uma fase de aceleração desde quando o Cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio usurpou o Trono de São Pedro no dia 19 de março de 2013, em uma eleição fraudulenta articulada pela seita secreta dos apóstatas e convocada para inaugurar o mistério da iniquidade, preparando o terreno para a entrada do Anticristo na Igreja.

A Beata Anne Catherine Emmerich (1774-1824) foi agraciada pelo Céu com várias visões proféticas e, entre elas, os dois Papas e as duas igrejas – uma verdadeira e uma falsa:

“Vi a relação entre dois Papas. Vi quão funestas seriam as consequências desta falsificação da Igreja. Vi-a crescer, vi os heréticos de todas as condições vir à cidade (Roma). Vi aumentar a tibieza do clero local, vi fazer-se uma grande escuridão. Então a visão cresceu por todos lados. Vi por todo o mundo comunidades católicas oprimidas, vexadas, presas e privadas de liberdade. Vi muitas igrejas fechadas. Vi grandes misérias produzir-se por todas as partes. Vi guerras e sangue vertida. Vi o povo selvagem e ignorante intervir com violência, mas isso não durou muito tempo. Vi de novo a visão na qual a Igreja de São Pedro era minada, seguindo um plano feito pela seita secreta, ao mesmo tempo que era deteriorada pelas tempestades. Mas vi também chegar ajuda quando o sofrimento alcançou o seu colmo. Vi de novo a Santíssima Virgem estender o seu manto sobre a Igreja. Vi um Papa que era gentil, mas ao mesmo tempo muito firme… Vi uma grande renovação, e a Igreja ascendeu muito alto” (AA.III.103).

A Virgem Maria, na Mensagem do dia 10/04/2012, confirmava as visões da Beata das duas igrejas:

“Minha Filha, o tempo para o triunfo do Meu Imaculado Coração está próximo.

O tempo para Eu esmagar a serpente está para breve. Mas, até o dia em que Satanás e os seus demônios forem lançados no deserto, muita confusão surgirá na Terra.

Para os crentes em Meu Filho, será um momento de tormento. Eles vão ser puxados em duas direções diferentes pela Igreja Católica.

Metade vai acreditar, por dever, na necessidade de seguir o Falso Profeta, o Papa que se vai seguir ao Papa Bento XVI.

Ele, a Besta, está vestido como cordeiro, mas não é de Meu Pai, Deus, o Altíssimo, e vai enganar as pobres almas, incluindo padres, bispos e cardeais.

Muitos vão segui-lo e acreditar nele como sendo enviado por Deus para governar a Sua Igreja na Terra.

Infelizmente, muitas almas seguirão os seus ensinamentos, que serão um insulto ao Meu Pai.

Outros, cheios do Espírito Santo e a quem foram dadas as graças do discernimento devido às suas almas humildes, saberão instantaneamente que é um impostor que se senta na Igreja, em Roma.

O novo falso Papa é realmente uma maquinação, mesmo anterior à sua ascensão ao trono da cadeira de Pedro, para denunciar os Ensinamentos do Meu Filho. Então, ele vai denunciar-Me, a Santíssima Mãe de Deus, e ridicularizar o Meu papel como Co-Redentora”. (Livro da Verdade)

A inauguração do “mistério de iniquidade” com a posse de Bergoglio no governo da Igreja está trazendo a “impostura religiosa” com uma maior ascensão de muitos falsos profetas (padres, bispos e cardeais) que são promovidos para arquitetarem de forma articulada falsas doutrinas que trazem uma “solução aparente dos seus problemas” e, sobretudo a “apostasia da verdade”.

Estas falsas doutrinas vieram para preencher o vácuo em que o homem moderno deixou ao trocar o verdadeiro culto ao Criador pelas paixões desordenadas e doentias, um vazio que os falsos profetas procuram preencher com fábulas que são mais agradáveis aos seus ouvidos pecaminosos:

“Porque virá tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina da salvação. Levados pelas próprias paixões e pelo prurido de escutar novidades, ajustarão mestres para si. Apartarão os ouvidos da verdade e se atirarão às fábulas” (II Timóteo, 4 – Bíblia Católica Online).

Nosso Senhor Jesus Cristo nos diz na Mensagem do dia 15/10/2013 que esta “apostasia da verdade” procura banir tudo que é Verdadeiro, tendo o Falso Profeta Bergoglio o mentor intelectual:

“Ai dos que fiquem ao lado do Falso Profeta, porque ele é a antítese de João Batista e será o precursor do Anticristo, que governará sobre todos vós.

(…)

Os planos foram desenhados pela trindade profana, em que tudo o que é Verdadeiro será banido” (Livro da Verdade).

Nesta batalha final, Jesus nos diz que o número daqueles que seguirão a Trindade Profana será muito maior do que o número daqueles que serão fieis a Deus:

“O irmão combaterá o irmão, nesta terrível batalha pela Verdade. O número daqueles que seguirão a Trindade Profana, composta pelo Falso Profeta, o Anticristo e Satanás, será muito maior do que aqueles que permanecerão fieis à Santa Palavra de Deus, como foi predito desde o princípio” (Jesus, 21/10/2013, Livro da Verdade).

A grande mentira será a “glorificação do homem” no lugar de Cristo. Não há como negar que vemos tudo isso acontecer muito antes, e acelerando a cada dia com a nova “impostura religiosa” inaugurada pelo Falso Profeta.

A terrível escuridão que se abateu no mundo em forma de apostasia que leva ao abismo foi dita pela Virgem Maria antes da ascensão de Bergoglio ao governo da Igreja:

“Assim, muitas religiões e falsas doutrinas, criadas pela imaginação da Humanidade, infestam agora a terra.

Assim, muitos estão a ser conduzidos por perigosas falsas crenças, que vão levar as almas perdidas para o Inferno” (Virgem Maria, 29/06/2012, Livro da Verdade).

Em paralelo ao crescimento da Apostasia, haverá um aumento de conversão, conforme as Palavras de Nosso Senhor:

“Enquanto a apostasia continua a espalhar-se por toda parte, por outro lado, cresce a conversão, e assim os dois irão colidir de frente.

Um grande estrondo se tornará aparente e homem se separará do homem. E irmão contra irmão. Vizinho contra vizinho.

Haverá dois campos: Aqueles que amam a Deus e aqueles que não o fazem.

Eu vou dar a cada alma a chance de decidir em qual campo desejam fazer parte, na esperança de que eles vão escolher a Mim, seu amado Salvador” (Jesus, 05/09/2012, Livro da Verdade).

A Virgem Maria nos explica como será esta rota de colisão da Igreja:

“A Igreja Católica será a Igreja em que a grande divisão começará. Será nesta Igreja que os sacerdotes do meu Filho mais sofrerão durante a grande apostasia, que, muito em breve, terão de suportar a partir de dentro.

Os sacerdotes fiéis ao meu Filho, que ficarão partidos em dois, por indecisão, deveis estar conscientes da necessidade de permanecerdes unidos com o Cristo Misericordioso. Nunca vos deveis sentir tentados a abandonar a vossa Igreja, aceitando as falsidades daqueles que, entre vós, caíram num erro grave. Vós deveis reverenciar o meu Filho a todo o custo e levar o vosso povo no caminho para a santidade, não importa quão isso seja difícil para vós.

Aqueles de vós que continuardes a realizar a Missa tradicional, sereis atormentados até que concordais em abandoná-la totalmente. Muitas, dentre as vossas ordens religiosas, denunciar-vos-ão ao inimigo nas vossas costas. Vós, tal como o meu Filho antes de vós, sereis levados por aqueles que afirmam ser vossos pares, e sereis acusados de heresia por insistirdes em continuar a mostrar respeito pelo Santíssimo Sacrifício da Missa.

As novas palavras, que serão a mais vil profanação do Corpo do meu Filho, serão impostas aos servos sagrados que ousem opor-se.

Será dentro da Igreja Católica que o irmão combaterá contra o irmão, a irmã contra a irmã, o pai contra o filho, os filhos contra os pais, até que fiquem duas facções.

Esta guerra para defender a Palavra de Deus, significa que os sacerdotes que se mantêm fiéis a Ele terão que procurar refúgio. Para fazer isso, vós deveis começar a encontrar e a preparar esses lugares em que podereis oferecer a Santa Missa e dar os Sacramentos aos filhos de Deus.

Eu, a Mãe da Salvação, protegerei esses refúgios, e, pela colocação do Selo do Deus Vivo, dado ao mundo pelo meu Pai, nas paredes interiores, eles permanecerão invisíveis para os inimigos de Deus.

Não tenhais medo dessas coisas porque, se bem preparados, vós conduzireis os filhos de Deus para a salvação. Se não prestardes atenção a este aviso, vós ficareis cativos em mente, corpo e alma, dos inimigos do meu Filho e não tereis a salvação.

Aqueles que fazem a promoção do Falso Profeta, precisarão de muitas orações, pois alguns deles estão cegos para a Verdade. Outros, que saberão a Verdade, mas que ficarão do lado dos que negam a morte do meu Filho na Cruz, devem ser temidos. Eles vão infligir danos terríveis sobre os inocentes seguidores de Cristo.

Permanecendo fiéis à Verdade, vós conduzireis o Exército Remanescente do meu Filho para que se torne uma força tremenda contra o maligno e os que ele dirige, na sua luta contra os verdadeiros servos do meu Filho na Terra.

Quando chegar a hora, deveis recusar-vos a aceitar o comando de quem vai profanar a Palavra de Deus, através das suas mentiras e novas doutrinas obscenas, que enganarão a muitos. Aqueles que aceitem qualquer distorção da Santa Missa ou dos Sacramentos serão responsáveis perante o meu Filho. Por vos terdes tornado servos involuntários do maligno, muitas, muitas almas se perderão, porque elas serão atraídas para rituais que homenagearão a Satanás. Esses rituais honrarão o Falso Profeta e o Anticristo, que são inimigos de Deus” (Virgem Maria, 05/08/2013, Livro da Verdade).

São Paulo nos alerta que “o homem da iniquidade” (o Anticristo) usará de todas as seduções do mal com aqueles que se perdem, “por não terem cultivado o amor à verdade que os teria podido salvar… Desse modo, serão julgados e condenados todos os que não deram crédito à verdade, mas consentiram no mal” (2Ts 2, 9-11).

É por isto que Nosso Senhor Jesus Cristo nos abre o Livro da Verdade como uma última missão de salvação e para nos preparar para a Sua Volta Gloriosa. Ele quer nos salvar. O demônio é “o pai da mentira” (Jo 8,44). Jesus disse a Pilatos que “veio ao mundo para dar testemunho da verdade”. Escolhemos a VERDADE e digamos SIM ao Rei Jesus. 

LOUVADO SEJA NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, POR TODOS OS SÉCULOS DOS SÉCULOS. AMÉM! AMÉM! AMÉM!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s